.

Observar a comida, o corpo e a si mesmo – Informe 9

Observar a comida, o corpo e a si mesmo

 

 

Ter a nossa atenção focada em alguma coisa e pensarmos muito sobre algo, pode até nos ajudar a enfrentar um novo desafio, buscar soluções ou tomar atitudes em nosso favor. Mas se ocorre aumento dos batimentos cardíacos, suor, calafrios, insônia e outros sintomas que impedem você de realizar suas atividades diárias simples, pode ser um quadro de ansiedade mais grave e é indicado procurar ajuda de um profissional!

A ansiedade pode vir por acontecimentos passados ou preocupação com o futuro, e para ajudar a reduzir um pouco a ansiedade há várias técnicas para trazer a consciência para o momento presente: meditação, respiração, relaxamento corporal, yoga ou práticas terapêuticas diversas.

Ter atenção plena e intencional no momento presente, com bondade e compaixão consigo mesmo, é o que se entende por Mindfulness. E Mindful eating é justamente esta atenção plena voltada para o ato de se alimentar.

Você consegue diferenciar sua “vontade de comer” de uma “fome real” ou uma “necessidade emocional” precisando ser satisfeita? Isso às vezes passa despercebido e o resultado acaba sendo comer mais do que deveria ou alimentos mais açucarados e gordurosos. Controlar a ansiedade é um treino e que pode começar agora mesmo pela alimentação!

Então, comece respirando fundo pelo nariz 3 vezes, bem devagar. Faça de olhos fechados e em posição sentada confortável. Sinta o abdômen inchar, as costelas se abrirem e o peito levantar. Expire lentamente, também pelo nariz! Repita ao menos 2 vezes isso ao longo do dia e perceba se está com fome, frio… sem esquecer de respirar.

 

 

 

Se conhecendo mais, você saberá atender melhor as suas necessidades e respeitar seus limites.

 

 

DICAS:

Não se julgue por ter deslizado no propósito da dieta ou extrapolado no consumo de alqum alimento. Se já possui este reconhecimento é sinal que já deu um passo e saberá cada vez mais o que realmente precisa, baseado em suas condições, e fará melhores escolhas.

 

 

 

  • Ame a comida que você come!
  • Mastigue bem os alimentos: coma sem pressa e desligue aparelhos eletrônicos. São 15 minutos de um momento só seu para saborear e agradecer pela refeição.e todos que puderam contribuir para que ela estivesse disponível a você.
  • Perceba seu bem-estar e satisfação após se alimentar. Como você se sente?
  • Registre seus sentimentos em cada evento no dia (faça como um diário).
  • Respeite e cuide do seu corpo.

 

 

“A atenção plena pode ser considerada um princípio de vida, no sentido de que é possível praticá-la em quase tudo o que se faz, como andar, conversar e se relacionar e, claro, comer.”
(ALVARENGA, Marle, et al., 2015 – Nutrição Comportamental)

 

 

Você sofre com ansiedade?

Você pode controlar sua ansiedade com:

  • Meditação;
  • Atividades físicas;
  • Terapia;
  • Autoconhecimento.

 

A grande São Paulo tem a maior incidência de distúrbios mentais do mundo: 29,6% da população.

Das 5.037 pessoas pesquisadas, 19,9% sofrem transtornos de ansiedade.

33% da população mundial sofre de ansiedade.

 

 

KET174

Compartihe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter

Mais Artigos

Efeitos sobre a uremia

Influência da redução proteica suplementada com cetoanálogos (KA) sobre os parâmetros da progressão da DRC em pacientes com e sem DM.     Após 15